16 novembro 2005

 

Conferência Episcopal Italiana fala em incompatibilidade entre homossexualidade e sacerdócio na Igreja

O novo documento da Conferência Episcopal Italiana (CEI) sobre a formação dos candidatos ao sacerdócio pede que sejam tidas em conta, nos seminários, ?as consequências negativas que podem derivar da ordenação de padres com tendências homossexuais profundamente enraizadas?.D. Giuseppe Betori, secretário-geral da CEI, disse em conferência de imprensa que o novo documento episcopal, intitulado ?Orientações e normas para os seminários?, recebe ?as indicações, ainda reservadas, daquilo que a Santa Sé tem a dizer sobre a matéria?.O documento deverá ser aprovado amanhã pelos 260 Bispos reunidos em Assis para a 55ª Assembleia plenária da CEI. Posteriormente, o documento fica à espera da ?recognitio? da Santa Sé, como acontece sempre nestes casos.O secretário-geral da CEI negou que a incompatibilidade entre homossexualidade e sacerdócio ordenado na Igreja seja ?discriminatória?, lembrando que a discriminação acontece no caso dos ?direitos? e que a vocação ?não é um direito, mas um dom?. Como tal, é preciso levar em conta que a Igreja é ?um ponto de referência? para o discernimento desse mesmo dom.Nas orientações da CEI, que mais não fazem do que reforçar a tradicional posição de prudência nesta matéria, expressa várias vezes pela hierarquia da Igreja, é pedido que ?seja dado espaço à maturação posterior dos sacerdotes, na passagem entre o percurso seminarístico e o início da sua vida de diáconos e presbíteros?. Os Bispos interrogam-se ainda sobre a melhor maneira de ?integrar as ciência psicológicas? na ?clarificação das consciências por parte do seminarista?.

Comments: Postar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?